Padre Horácio lembrado dois anos após a partida

Data

 

O Padre Horácio Gomes, falecido há dois anos, figura marcante em Felgueiras vai ser lembrado na sua terra natal.

Padre Horácio Gomes

O Padre Horácio Gomes, que faleceu há dois anos, vai ser lembrado na sua terra natal.

Em Cucujães, será celebrada uma Eucaristia em sufrágio da sua alma, no dia 5 de novembro, pelas 10h30.

A Missa será celebrada na Igreja Matriz de Cucujães, onde foi batizado.

As comunidades das paróquias de Lagares, Pombeiro e Vila Fria estarão presentes.

O Padre Horácio nasceu a 27 de fevereiro de 1937, em Cucujães. Faleceu a 6 de novembro de 2020, vítima de Covid-19.

A sua morte causou uma grande dor junto dos seus amigos. Em Felgueiras, o Padre Horácio tinha uma relação próxima com os paroquianos e com os seus amigos. E eram muitos. Figura simpática, interessada e disponível, o Padre Horácio Gomes, foi um sacerdote marcante.

O percurso

Aos 11 anos entrou para o Seminário de São José, em Lagares, Felgueiras, tendo depois frequentado os seminários dos Padres Vicentinos em Mafra e em Pombeiro, também em Felgueiras.

Entrou no noviciado da Província Portuguesa da Congregação da Missão, em Mafra, no dia 18 de julho de 1954, tendo emitido votos perpétuos a 19 de julho de 1959, em Pombeiro, e concluído os estudos teológicos no Seminário de Santa Teresinha, em Pombeiro, no ano de 1962.

Foi ordenado sacerdote a 22 de julho de 1962, pelo bispo D. Manuel Maria Ferreira da Silva, no Mosteiro de Pombeiro, em Felgueiras, tendo no mesmo ano sido enviado para a missão dos Padres Vicentinos em Moçambique, onde serviu durante várias décadas. Teve uma atividade missionária muito intensa em Moçambique, até ao ano de 1986, como professor, reitor do Seminário de Nicoadala, como superior e pároco, tendo inclusivamente assumido, entre os difíceis anos de 1977 e 1984, o serviço de vice- provincial da Vice-Província de Moçambique da Congregação da Missão.

Depois de um período no Estados Unidos na América, onde concluiu o Doutoramento em Sociologia, regressou a Portugal em 1994. Colaborou no governo da Província, quer enquanto assistente provincial, quer como conselheiro provincial, e esteve comunidades dos Padres Vicentinos ao serviço das paróquias de Nisa (a partir de 1994) e Ponte de Sor (a partir de 2005), ambas na Diocese de Portalegre – Castelo Branco. A partir de 2008, estando nas comunidades dos Padres Vicentinos em Felgueiras (primeiro, em Santa Quitéria e, depois, no Seminário de São José, em Lagares), apoiou na administração do Lar Vicentino de Santa Quitéria e nos serviços das paróquias da vigararia confiadas à Província Portuguesa da Congregação da Missão. Era, há vários anos, Pároco nas Paróquias de Lagares, Pombeiro e Vila Fria, na Diocese de Porto, missão que, apesar da sua idade, desempenhava com muita vitalidade, dinamismo e criatividade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

spot_img

Artigos relacionados

Largo da Igreja de Várzea vai ser transformado

A Câmara Municipal de Felgueiras anunciou esta terça-feira, dia das festividades de S. Jorge, em Várzea, o...

Participação de Falecimento

FUNERÁRIA SENRASRA. APARECIDA | LONGRA | FELGUEIRAS965 435 057 - 917 935 052

Bandas de Música de Felgueiras e da Lixa vão tocar o Hino de Felgueiras em conjunto

As comemorações oficiais dos 50 anos do 25 de Abril de 1974 vão ter um momento especial: as...

Sendim doa receita do jogo para ajudar crianças com autismo

A receita de bilheteira do jogo Sendim-Vilarinho, marcado para 27 de abril, pelas 16 horas, no Campo da...