“Apesar de ter contrato o selecionador deverá sair e o caso Ronaldo deixou marcas”

Data

 

Zamorano, antigo futebolista felgueirense, considera que Portugal não esteve bem diante dos marroquinos que levaram o jogo para o que mais lhe convinha, conseguindo eliminar a equipa das quinas. O futuro não deverá passar por Fernando Santos, antevê, e o caso em torno de Ronaldo “deixou marcas”.

Zamorano

O sonho de Portugal no Mundial 2022 terminou este sábado.
O jogo dos quartos de final do Mundial do Catar, com Marrocos, não correu bem a Portugal.

A seleção nacional perdeu por 1-0 e está fora do Campeonato do Mundo.

Portugal enfrentou uma muralha marroquina difícil de transpor e acabou eliminado por uma equipa que defendeu os 98 minutos.

Zamorano, antigo jogador felgueirense, que representou o FC Felgueiras, Leixões, Estrela da Amadora, Trofense, entre outros clubes, analisou o jogo para o Felgueiras Diário e considera que Marrocos adotou uma estratégia que “arrumou” com Portugal.

“Aquando da eliminação da Espanha, todos nós, tínhamos em mente, que Portugal tinha caminho aberto para as meias finais. Se na teoria era válido esse pensamento, na prática percebemos o quão é difícil jogar com esta seleção marroquina. Marrocos levou o jogo para o que mais lhe convinha, isto é para a dimensão física, nunca permitindo espaços para a qualidade dos nossos jogadores, que têm qualidade técnica”, começou por analisar.


“Portugal procurou ter paciência, mas fez sempre uma circulação muito lenta facilitando a vida a seleção marroquina que procurava defender bem e em contra ataque tentar o segundo golo. Mais difícil ficou quando sofremos o golo. Aí, mais Marrocos se sentiu confortável e confiante”, prosseguiu.

Zamorano refere que Portugal não fez um bom jogo. “O nosso selecionador arriscou, mas infelizmente não conseguimos chegar ao empate que nos permitisse pelo menos o prolongamento. Na minha opinião, não fizemos um bom jogo, muito por mérito desta seleção marroquina que continua a fazer história neste Campeonato do Mundo, sendo a primeira seleção Africana a chegar às meias finais de uma competição deste calibre”.

Fora do Mundial 2022, Portugal tem de olhar para o futuro que não deverá passar por Fernando Santos, argumenta o antigo profissional.

“Resta perceber o futuro do nosso selecionador que na minha opinião, apesar de ter contrato, irá deixar o cargo, deixando marcas toda a situação envolvendo Cristiano Ronaldo”, remata.

1 COMENTÁRIO

  1. Mas esses jogadores também fazem lembrar os da Grécia envadem a privacidade dos outros jogadores já estive na educação física e sei avaliar um pouco não lhes dava a pontuação que tiveram . Desculpem mas marrocos eram avaliados de outra forma

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui

spot_img

Artigos relacionados

Felgueiras deixou escapar vitória nos descontos

O Felgueiras empatou a uma bola com a Académica, em Coimbra, este sábado. O golo do empate foi marcado...

Família pede ajuda para localizar homem desaparecido

Um homem de Sendim está desaparecido e a família lançou um apelo para tentar localizá-lo. Trata-se de Luís Osório,...

“O jogo é decisivo e por isso temos de o ganhar”

Agostinho Bento, treinador do Felgueiras, considerou que o jogo deste sábado, em Coimbra, com a Académica, é decisivo...

Instituições de Solidariedade recebem 200 mil euros do Município

Mais de 200 mil euros foram atribuídos pela Câmara de Felgueiras às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSSs),...